Associação Cultural, Educação, Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável do Cone leste Paulista


Projeto iniciado em: 2007 - Restaurado em 2010 - Todos os direitos reservados
Página do Projeto Social "Formiguinhas do Vale" uma O.S.C.I.P. sem fins lucrativos
Protocolizado sob o nº. 27.616 em 04/12/2009 e registrado em micro-filme sob o nº. 18.112 em 15/12/2009 - 1º Cartório Registro SJC

Produzido por Webmaster JFB © 2010 Todos os direitos reservados. All rights reserved

Cuidados com o plantio

Voltar Biblioteca
Cuidados com a manutenção da saúde arbórea

 

Respeito:

Para poder cuidar bem de uma Árvore, é preciso antes de tudo respeitar as suas preferências. Para isso, analise bem a nossa Lista de Mudas Disponíveis, pois para cada uma, está disponível, também, detalhes sobre ela. Esse conhecimento, além de ser um respeito à natureza, garante o sucesso do seu plantio e que seu tempo e a sua ação não foi em vão.

Muito cuidado também com espécies de "Biomas diferentes" do local do plantio. Por exemplo: querer cultivar "mogno" no sul do país, sabendo que esta é endêmica da Amazônia, ou mesmo querer plantar o Pinheiro-do-Paraná nos Lençóis Maranhenses, definitivamente não seria uma boa idéia.
 
Espécies Exóticas:

Caso a árvore que você escolheu seja uma espécie "Exótica"procure por espécies Brasileiras que possam substituí-la. Com certeza, na diversidade da Flora Brasileira , alguma espécie lhe agradará e, com isso, estará colaborando para que a problemática das espécies Exóticas não se agrave.

A problemática das espécies Exóticas introduzidas no Brasil, está sem controle em muitos locais do País. Ajude a não aumentar os números deste grave problema para os ecossistemas e para a Flora Brasileira como espécie a ser preservada.
Precisamos plantar sim, precisamos reflorestar sim mas, sobretudo precisamos também respeitar a natureza, as nossa espécies. Guarde as plantas Exóticas para o seu jardim particular, na frente de sua casa, por exemplo.
 
Árvore Adulta:

Outro fator importante é conhecer as características de cada árvore, como altura, tipo de raiz, periodicidade e quantidade na queda das folhas, flores, frutos e até mesmo galhos.

Quando pequena toda a árvore é bonita e não incomoda ninguém. Ao crescer a Árvore pode soltar muitas folhas e entupir bueiros, por exemplo. Algumas também podem nos presentear com frutos muito grandes, representando perigo por exemplo a crianças, pedestres e carros, em vias públicas.
Algumas espécies têm como característica a formação de copas muito altas, atrapalhando a fiação da rede elétrica e, com este crescimento, algumas podem até deixar cair galhos mais baixos, um risco em potencial. O fim desta Árvore será igual á de muitas outras que foram plantadas sem nenhum conhecimento, e hoje são podadas nas formas mais vergonhosas possíveis (pela falta de preparo do funcionalismo) ou mesmo até estão sujeitas á mais radical de todas as ações do homem, a morte prematura.
 

Preferências:
Escolhida a espécie, saiba suas preferências por tipo de solo, quantidade de luminosidade solar e água e, ao fazer o plantio escola o local mais apropriado e que melhor sirva a essa espécie. Afinal você quer que ela cresça e viva feliz.

Enquanto a muda é pequena, precisa de você, do seu acompanhamento; regue-a regularmente e sempre nos períodos do principio da manhã e do final da tarde. Nunca regue com o sol a pino, pois a água sobre as folhas serve como lente de aumento para os raios solares que, sem dúvida deixarão marcas. Além do mais, por motivos biológicos, a planta não aproveitará esta água, que evaporará, tornando-se assim um desperdício e, água é um liquido precioso que também deve ser preservado.
 

Água:
A água também é um liquido muito precioso e deve ser preservada; Para regar jardins ou até mesmo a horta de seu quintal, seus vasos preferidos e até para lavar o quintal que tal aproveitar a água das chuvas. Com um cano de PVC, cortado ao meio e encaixado no beiral de sua casa, direcionará a água para um recipiente (por exemplo um barril de 200 litros velho, com tampa ou então uma caixa de água preparada para esse único fim), cuja água reservada, além de não conter cloro e por isso ser muito melhor para as plantas, servirá para você regar seu jardim, seus vasos ou até mesmo a sua horta particular. Que tal ? Vamos pensar e colocar a idéia em prática?

 
Consciência:

Este é outro quesito a ser levado muito em conta. Assim como nos empenhamos para cuidar dos animais domésticos, que outrora já foram, em última análise, selvagens, temos que nos empenhar o mínimo para cuidar de nossas árvores.

Os tratamentos dados a animais e plantas, são baseados em estudos de sua vida em seu Habitat Natural. Portanto, seguindo estes estudos, tudo sairá bem. Animais felizes e plantas saudáveis.
 
DÚVIDAS
Caso tenha alguma dúvida, envie-a para nós.

É um prazer poder ajudá-lo (a) e assim ajudar nossa mãe, a Natureza.